publicacao

Entenda como será o reajuste do seu plano de saúde

Os serviços oferecidos pela Unimed Cascavel seguem as determinações da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A regulação pela agência é uma segurança para quem contrata um plano particular. Também é a ANS que define o índice do reajuste anual das mensalidades do plano de Pessoa Física, com base em um cálculo que leva em conta não só a inflação acumulada no período, mas também o preço das novas tecnologias que passam a ser incorporadas nos tratamentos e uma série de outros fatores que oneram as operadoras de planos de saúde.

Normalmente, o índice é divulgado em maio de cada ano. Porém, em 2018 a ANS confirmou no fim do mês de junho que o reajuste será de até 10%. É por isso que as operadoras já estão autorizadas a reajustar. O percentual vale para mensalidades de planos individuais e familiares contratados a partir de 1º de janeiro de 1999. Consequentemente, o índice também passará a valer para serviços opcionais – que chamamos de “produtos não assistenciais” (como Unimed Air, Seguros Unimed, Unimed Fone e SOS Unimed) – nas coparticipações e no valor do teto de coparticipação. Os valores dos tetos dos produtos reajustados passam a ser os seguintes:

No caso das mensalidades, como o índice foi apresentado apenas em junho, a cobrança será retroativa. Abaixo, confira o exemplo de um contrato com aniversário no mês de maio, com valor do plano de R$ 100,00:

FONTE: https://www.unimed.coop.br/web/cascavel/noticias-unimed/entenda-como-sera-o-reajuste-do-seu-plano-de-saude